Ser paraense não é uma opção é uma paixão incontrolável! Sabores únicos e paisagens belíssimas, onde só quem conhece para saber o quanto pai-d'égua é o Estado do PARÁ...

Brinquedo de Miriti: O artesanato típico do município Abaetetuba

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

     
Os Brinquedos de Miriti, uma fibra leve da palmeira também conhecida como Buriti e chamada de isopor da Amazônia, são fabricados há 200 anos no Pará. 
Nascidos da espetacular capacidade de adaptação do caboclo brasileiro à natureza que o circunda, os Brinquedos de Miriti são a expressão da sensibilidade e da representação ingênua do universo ribeirinho da região de Abaetetuba, cidade vizinha de Belém, distante hora e meia de carro e balsa, ou duas horas de barco, o transporte mais usado, talvez até pela calma e placidez que a floresta e os igarapés sugerem.

Nome: Serrador                                                                                       Nome: Dançarinos

A confecção dos brinquedos começa com a coleta dos talos (braços) da palmeira, no meio do mato, em Sirituba, um logradouro que se atinge de barco. 
  
O miriti escolhido é de preferência jovem. Da planta se colhe apenas os braços, onde estão as folhagens.  Com isso, não é uma atividade predatória, e sim sustentável,  uma vez que a árvore é mantida viva e crescendo.
Nome: Dançarinos mini



Para se obter a matéria prima dos brinquedos os braços do miriti são descascados e se aproveita apenas o miolo. As cascas que são bem flexíveis, depois de secas, transformam-se em cestos, paneiros, varetas de papagaios e pipas. O miolo, trabalhado com facões de mato, é alisado e transportado em feixes para os produtores dos brinquedos. jacare.gif (26220 bytes)
Nome: Jacaré



Os artistas com ferramentas rústicas (normalmente facas e facões) esculpem e montam peças segundo suas referências pessoais. Alguns especializaram-se em barcos, outros em bonecos dançarinos, cobras, jacarés, madeireiros, pássaros, insetos perfeitos, vaquinhas, aviões, rádios de pilha, televisões. A escolha deste ou daquele motivo é parte da crônica individual de cada autor ou família de autores.
tatu.gif (24878 bytes)Nome:Tatu

Depois de prontas, com as partes coladas e secas, é aplicado o desenho base da pintura final feita por membros das famílias (homens, mulheres e crianças) que repetem em cada peça o padrão estabelecido. Os brinquedos são estocados e, à véspera do Círio de Nazaré, são levados para Belém, onde são expostos nas praças ou comercializados em girândolas.
As girândolas são uma espécie de cruz com vários braços, também feita de miriti, onde são espetadas ponteiras da casca do próprio miriti para amarração de cerca de uma centena de brinquedos. A venda é feita pelos próprios artistas ou amigos que trabalham neste período. Ao contrário de outras formas de artesanato da região, como as réplicas de cerâmica marajoara ou tapajônica, cujas referências estão em achados arqueológicos expostos no Museu Emílio Goeldi, os Brinquedos de Miriti são uma manifestação artística expontânea e reflexo da criatividade dos produtores seja no uso de cores primárias e poucas misturas (azul, vermelho, amarelo, verde, preto), seja na forma utilizada que sempre reflete o universo caboclo, suas influências urbanas e afetivas.
Os Brinquedos de Miriti, são exclusivos e inéditos. Eram somente encontrados em Belém, no período do Círio de Nazaré. Hoje com o apoio do SEBRAE e do Governo do estado do Pará, que implantou o Programa de Capacitação,  foi fundada a Associação dos Artesãos de Miriti de Abaetetuba, ASAMAB, que conta com mais de 100 integrantes. A possibilidade de renda e trabalho,  despertou o interesse de gerações mais novas que se uniram e fundaram a Miritong, desenvolvendo novos produtos e novas atividades. 
Fonte de Pesquisa: texto de Cleber Papa publicado no site da UOL, São Paulo Imagem Data;  texto de Denise Ribeiro no site da Folha, Folhinha, de 10/12/2005

2 comentários:

danbrandao disse...

Parabénspelo blog, esta muito bom. O Pará tem muita coisa linda.
Daniel Brandão.
http://danbrandao.blogspot.com

Newton Costa disse...

@Daniel Brandão,

muito obrigado pelos elogios. Grande Abraço...

Postar um comentário

 
SouParaense.com | by Newton Costa© desde 2010