Ser paraense não é uma opção é uma paixão incontrolável! Sabores únicos e paisagens belíssimas, onde só quem conhece para saber o quanto pai-d'égua é o Estado do PARÁ...

IBGE divulga número de habitantes no Pará (Censo 2010)

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

O Pará possui 7.443.904 habitantes segundo coleta do Censo 2010. Os dados foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e publicados no Diário Oficial da União desta quinta-feira (4). A partir de hoje, as prefeituras terão 20 dias para apresentar suas avaliações sobre os números divulgados.

Veja a população de cada município paraense:

Abaetetuba – 139.749
Abel Figueiredo – 6.752
Acará  – 53.435
Afuá – 34.707
Água Azul do Norte – 24.980
Alenquer – 51.326
Almeirim – 33.301
Altamira – 94.624
Anajás – 24.332
Ananindeua 456.316
Anapu – 20.242
Augusto Corrêa – 40.469
Aurora do Pará – 26.427
Aveiro – 15.261
Bagre – 23.820
Baião – 36.574
Bannach – 3.409
Barcarena – 94.641
Belém – 1.351.618
Belterra – 16.313
Benevides – 51.104
Bom Jesus do Tocantins – 15.184
Bonito – 13.630
Bragança – 112.285
Brasil Novo – 15.401
Brejo Grande do Araguaia – 7.300
Breu Branco – 52.422
Breves – 92.283
Bujaru – 25.700
Cachoeira do Arari – 20.311
Cachoeira do Piriá – 26.333
Cametá – 120.897
Canaã dos Carajás – 26.188
Capanema – 62.454
Capitão Poço – 50.774
Castanhal – 168.559
Chaves – 18.242
Colares – 11.368
Conceição do Araguaia – 44.983
Concórdia do Pará – 28.208
Cumaru do Norte – 10.391
Curionópolis – 18.212
Curralinho – 28.343
Curuá – 12.183
Curuçá – 33.358
Dom Eliseu – 51.138
Eldorado dos Carajás – 31.432
Faro – 7.858
Floresta do Araguaia – 17.002
Garrafão do Norte – 24.902
Goianésia do Pará – 30.437
Gurupá – 29.017
Igarapé-Açu – 35.677
Igarapé-Miri – 57.640
Inhangapi – 9.331
Ipixuna do Pará – 51.453
Irituia – 31.151
Itaituba – 95.210
Itupiranga – 50.779
Jacareacanga – 13.597
Jacundá – 50.441
Juruti – 46.560
Limoeiro do Ajuru – 25.005
Mãe do Rio – 27.735
Magalhães Barata – 8.115
Marabá – 224.014
Maracanã – 28.291
Marapanim – 26.418
Marituba – 108.223
Medicilândia – 26.441
Melgaço – 24.526
Mocajuba – 26.686
Moju – 68.070
Monte Alegre – 54.238
Muaná – 33.979
Nova Esperança do Piriá – 20.124
Nova Ipixuna – 14.605
Nova Timboteua – 13.644
Novo Progresso – 24.820
Novo Repartimento – 58.553
Óbidos – 47.938
Oeiras do Pará – 28.595
Oriximiná – 61.125
Ourém – 16.188
Ourilândia do Norte -27.511
Pacajá – 38.895
Palestina do Pará – 7.411
Paragominas – 97.459
Parauapebas – 149.411
Pau D’Arco – 6.027
Peixe-Boi – 7.800
Piçarra – 12.703
Placas – 23.806
Ponta de Pedras – 25.838
Portel – 52.121
Porto de Moz – 33.926
Prainha – 28.950
Primavera – 10.221
Quatipuru – 12.402
Redenção – 72.908
Rio Maria – 17.590
Rondon do Pará – 46.944
Rurópolis – 40.014
Salinópolis – 37.367
Salvaterra – 20.027
Santa Bárbara do Pará – 17.031
Santa Cruz do Arari – 8.115
Santa Isabel do Pará – 59.386
Santa Luzia do Pará – 19.403
Santa Maria das Barreiras – 17.162
Santa Maria do Pará – 23.031
Santana do Araguaia – 53.871
Santarém – 291.122
Santarém Novo – 6.131
Santo Antônio do Tauá – 26.538
São Caetano de Odivelas – 16.836
São Domingos do Araguaia – 22.983
São Domingos do Capim – 29.802
São Félix do Xingu – 90.908
São Francisco do Pará – 15.018
São Geraldo do Araguaia – 25.306
São João da Ponta – 5.265
São João de Pirabas – 20.596
São João do Araguaia – 12.232
São Miguel do Guamá – 51.428
São Sebastião da Boa Vista – 22.758
Sapucaia – 5.047
Senador José Porfírio – 12.743
Soure – 22.849
Tailândia – 79.282
Terra Alta – 10.243
Terra Santa – 15.057
Tomé-Açu – 55.538
Tracuateua – 27.442
Trairão – 15.985
Tucumã – 33.084
Tucuruí – 96.343
Ulianópolis – 43.345
Uruará – 51.167
Vigia – 47.845
Viseu – 56.030
Vitória do Xingu – 11.726
Xinguara – 40.558

Fonte: IBGE

4 comentários:

Anônimo disse...

todo errado esse censo

Anônimo disse...

7,5 milhões de cidadãos orfãos de cidadania e respeito por parte dos governantes, igual a outros milhões de brasileiros, trabalhadores que sustentam uma minoria, detentores do poder. Querem agora dividir um estado,riquíssimo em recursos naturais.Prática comum desde o descobrimento do Brasil, onde se loteavam e distribuiam as capitanias aos compadres. Serão tres estados que permanecerão no mesmo estado de miséria,com a saúde e a educação precárias e que irão sustentar mais dois governadores, seis senadores e uns tantos deputados. E viva a farra deles! A nós? Só resta a misericórdia de Deus.

Anônimo disse...

não concordo com a divisão

malaquias santos disse...

PARA SABERMOS SE é bom ou não dividirmos o Estado do Pará, como parense da gema e nele vou sempre morar, pois não tenho pinto pra dar água no Carajás e nem no Tapajos, porem, devo ser orgulhoso? vaidoso? ou devo ajudar meu semelhante e irmão paraense? devo ver a casa cair na cabeça? como o pessoal do sim tem seus interesses e os do não também (os do sim buscam melhorias e serão os governantes se o plebiscito passar) (já os do não estão tentando aumentar suas votações pra o lado de cá, e quem sabe até querer ser eleito prefeito de Belém, mas...., SE OS DO NÃO ESTÃO REALMENTE INTERESSADOS PELO ESTADO DO PARA EM UM TODO, SE AMAM O ESTADO E O POVO, por que Belém onde eles moram está rodeado de vavelas? Ruas cheia de buracos e lama? hospitais lotados de gente de todo lugar? As praças cheias de papudinos e pivetes? As feiras sujas e bagunçadas? as esquinas cheias de pedintes? As escolas públicas deterioradas, superlotadas e violentas? Por que : o Palacio do Governo na Augusto Montenegro está cercada de bairros periféricos, violentos, desestruturados, quase sem ágia e energia, sem postos de saude, etc.. e etc..., e o Marajó, nosso vizinho É UMA LASTIMA AQUELA GENTE SOFRENDO, o Cotijuba, bem no nosso nariz? O QUE É PIOR É VER E OUVIR OS DEPUTADOS DO NÃO DIZENDO QUE MAIS ESTADOS VAI PERDER DINHEIROS PAGANDO NOVOS GOVERNADORES E DEPUTADOS, PERGUNTO: O que esses Deputados do não estão fazendo no mandado se não fazendo o dinheiro do paraense ser desperdiçãdos pagando eles?
FINALIZO DIZENDO:
1 - Umanão saudável é melhor do que um gigante doente;
2 - Um barco pequeno é melhor do que um navio encalhado;
3 - Um fusquinha inteirão é melhor do que uma carreta sucateada.
PARÁ MENOR - PARÁ MELHOR.
ANTES DE ACREDITAR NOS POLITICOS DO SIM E NOS DO NÃO, convido você a acessar pela internete a página do Governo do Estado do Pará - site do IDESP, no Governo Federal o site da Receita Federal, Tesouro Nacional, as leis fedeais de distribuição do FPE e FUNDEB,.
VOCê vai chegar a conclusão que cheguei: O MELHOR É DIVIDIR.
O "PARAZINHO" vai continuar maior do que o rio de janeiro que tem quinze milhoes de habitantes, não tem rios, não tem ouro, não tem mata e todo mundo quer ir para lá.

Postar um comentário

 
SouParaense.com | by Newton Costa© desde 2010